Corrupção » Restrição

MP aciona Procuradoria da República: alvo pode ser senador potiguar

Em razão de prerrogativa de foro, que antes era chamada de foro privilegiado, o Ministério Público Estadual acionou a Procuradoria Geral da República para atuar nas investigações do caso Operação Sinal Fechado. De acordo com o Portal Noar, os promotores públicos que concederam entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira não quiseram citar nomes entregues à PGR, mas há a expectativa quanto à citação do senador José Agripino Maia. O presidente nacional e estadual do DEM foi citado no caso em 2012. Na época, o lobista Alcides Barbosa revelou que o senador José Agripino teria recebido cerca de 1 milhão de reais para intermediar junto ao governo Rosalba Ciarlini a implantação do programa de manutenção e inspeção veicular.

Por conta da denúncia, um procurador da República teria participado do acordo de delação premiada do advogado George Olímpio, que teria repetido o que dissera Barbosa e apresentado provas das acusações contra o senador democrata.

BG

Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design: John Carlos
Programação: Caio Vidal
Suporte: Agi Comunicação
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!