Rio Grande do Norte

Estado apoia regularização do queijo artesanal com reestruturação de 24 queijeiras no Seridó

Os produtores de leite e queijo do Rio Grande do Norte têm muito o que comemorar. Depois da criação da Lei Nivardo Mello, que regulamentou a fabricação e venda de queijos e manteigas artesanais, as queijeiras agora começam a receber investimentos do Estado. A Cooperativa Mista dos Agricultores Familiares de São João do Sabugi (Coafs) e mais 24 queijeiras que hoje funcionam de maneira artesanal estão sendo construídas e equipadas com investimentos da ordem de R$ 11 milhões do acordo de empréstimo com o Banco Mundial. As entidades foram selecionadas no edital de apoio a subprojetos de agricultura familiar da cadeia do leite e derivados e já estão com os recursos disponíveis em suas contas.

Os investimentos incluem a construção da estrutura física de 24 empreendimentos queijeiros e mais a sede da Coafs, bem como aquisição de máquinas e equipamentos, logística de transporte, comercialização e capacitação dos envolvidos. O objetivo principal é dotar os pequenos negócios de estrutura necessária para conseguir a regularização junto aos órgãos de inspeção sanitária como Idiarn e Ministério da Agricultura, para que possam expandir a comercialização de queijos, manteigas e derivados do leite.


Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design: John Carlos
Programação: Caio Vidal
Suporte: Agi Comunicação
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!