Confusão

Confusão durante reintegração de posse de edifício arrendado por Eike Batista, no Flamengo

predio-flamengo

RIO – A ação de reintegração de posse no prédio localizado na Avenida Rui da Barbosa, no Flamengo, terminou em tumulto. Parte dos invasores colocou fogo em papelões no segundo andar e em outros pontos do prédio, e policiais do Batalhão de Grandes Eventos, que cercavam o edifício, entraram em confronto com os invasores. O objetivo da polícia liberar a entrada dos bombeiros. Eles usam gás de pimenta. Pelo menos duas pessoas foram detidas.

Oficiais de justiça estiveram mais cedo no prédio e, junto com defensores públicos, conversaram com os invasores. Parte do grupo concordou em deixar o local. Eles serão levados para um abrigo em Santa Cruz. Outra parte afirma que pretende fazer uma vigília em frente ao prédio da Prefeitura do Rio. Na quarta-feira haverá uma reunião na Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos para tentar viabilizar moradia aos sem-teto.

Há 15 veículos da Polícia Militar, um helicóptero e motociclistas da PM no local. O edifício Hilton Santos, que está arrendado pelo empresário Eike Batista, foi ocupado na semana passada por cerca de 300 pessoas.

Devido à ação de desocupação, a Avenida Rui Barbosa está interditada na altura da Enseada de Botafogo. O desvio está sendo feito pelo Aterro do Flamengo e pela Praça Nicarágua. Há retenções em diversas vias da região. Está complicado o trânsito no Aterro do Flamengo, sentido Centro; ao longo da Rua Senador Vergueiro; ao longo da Avenida Oswaldo Cruz; na Avenida das Nações Unidas (Enseada de Botafogo), sentido Centro; ao longo da Praia de Botafogo, sentido Centro; no Viaduto Santiago Dantas; e na Rua Pinheiro Machado, sentido Túnel Santa Bárbara.

Durante a noite desta segunda-feira, houve tumulto no local. Pelo menos três pessoas passaram mal. Uma delas, segundo os ocupantes, foi Fernanda da Silva Pessoa, de 34 anos, que estava grávida de seis meses e teve o filho dentro de um dos banheiros do prédio. Ela foi encaminhada, junto com o bebê, para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Botafogo. E, depois, levada para o Hospital municipal Miguel Couto. A mãe e o recém-nascido passam bem e estão sendo avaliados pela equipe médica.

— A criança caiu dentro do vaso sanitário. A mulher ficou apreensiva, e isso fez com que ela passasse mal. Ela teve hemorragia — disse a irmã Andreia Pessoa.

Pela manhã, um homem saiu do edifício com o pé ferido. Não há detalhes de como ele se machucou. Ele foi atendido pelo Corpo de Bombeiros, que está no local.

Com informações de O Globo.


Empresas filiadas

Banners Parceiros

Design: John Carlos
Programação: Caio Vidal
Suporte: Agi Comunicação
X
Experimente o nosso aplicativo para Android. Clique para baixar e aproveite!